ITA e Instituto Fraunhofer, da Alemanha, celebram acordo de cooperação

O ITA assinou no dia 7 de novembro, um acordo de cooperação em projetos de pesquisa e inovação com o Instituto Fraunhofer de Sistemas de Produção e Tecnologia de Design IPK, organização alemã sediada em Berlim.
O acordo destaca a colaboração de ambos os Institutos em esforços humanos e materiais com o objetivo de transferir conhecimentos, especialmente em metodologias de promoção de inovação, durante participação em rede de conexão global e práticas do Instituto Fraunhofer, responsáveis pelo forte desempenho competitivo internacional na Alemanha.
Faz parte ainda, reforçar os programas de pós-graduação do ITA a partir da criação de um Centro de Projetos Fraunhofer-ITA para Inovação em Manufatura Avançada, denominado por Espaço FPC. Neste espaço, professores e alunos de ambos os institutos poderão interagir, fomentando a participação do ITA e Fraunhofer IPK em chamadas nacionais e internacionais de projetos de pesquisa na área de Manufatura Avançada em parceria com indústrias do setor aeroespacial.
“Com a inauguração do Centro de Projetos Fraunhofer para Manufatura Avançada no ITA, a cooperação estratégica entre o ITA e a Fraunhofer-Gesellschaft na Alemanha foi oficialmente selada. No futuro, o Fraunhofer Institute for Production Systems and Design Technology (Fraunhofer IPK) em Berlim e o Centro de Competência em Manufatura (CCM) do ITA irão desenvolver de maneira cooperativa soluções de tecnologia de produção em benefício da indústria no Brasil. As ofertas de pesquisa são baseadas em toda a cadeia de processos em empresas industriais e incluem inovação sustentável nas áreas de gerenciamento corporativo, desenvolvimento de produtos, sistemas de produção, além de tecnologia de fabricação e automação. As competências complementares dos dois institutos de pesquisa permitem o desenvolvimento e implementação prototípica de sistemas complexos para produção digitalmente integrada (DIP) de maneira quase única”, explica o professor Eckart Uhlmann, da Fraunhofer IPK.
Para o reitor do ITA, professor doutor Anderson Ribeiro Correia, a parceria é fruto de alguns anos de aproximação e o acordo com uma instituição de alto nível como a Fraunhofer, possibilita ao ITA pesquisas direcionadas diretamente à inovação da indústria. “Isso vem contribuir diretamente para o desenvolvimento ao setor produtivo do país. Além disso, aprimora a formação da próxima geração de engenheiros, trazendo resultados diretos à Força Aérea Brasileira, principal empregador dos egressos”, completa.

Instituto Fraunhofer de Sistemas de Produção e Tecnologia de Design IPK
A Organização Fraunhofer é privada e sem fins lucrativos. Dentre vários institutos de pesquisa que compõem a organização, está o Fraunhofer IPK, referência mundial em sistemas de produção e engenharia. Trabalha em soluções de sistemas orientadas a aplicativos de toda a gama de tarefas industriais, como processos de produção, manutenção de bens de capital, reciclagem de produtos, e concepção e gestão de fábricas.
Ao instituto, são atribuídas ainda soluções de engenharia de produção em áreas de aplicação fora da indústria, como medicina, transporte e segurança.
O principal objetivo do Fraunhofer é transformar os conhecimentos científicos em aplicações de utilização prática. Assim, a organização contribui significativamente para a transferência de tecnologia entre universidades e indústria.

Outros objetivos do acordo:
– Promover a cooperação em matéria de pesquisa, desenvolvimento e inovação com foco principal nos setores aeroespacial, automotivo, energia, metalurgia e petróleo e gás;
– Capacitar a próxima geração de engenheiros e técnicos através de programas conjuntos de pesquisa e palestras conjuntas sobre temas selecionados;
– Promover programas de intercâmbio acadêmico;
– Disseminar atividades para promover a cooperação com a indústria e instituições de pesquisa;
– Trabalhos conjuntos de pesquisa para obter novos conhecimentos baseados em desenvolvimentos específicos e pedidos industriais; aplicação de conhecimento já adquirido em áreas específicas; desenvolvimento conjunto visando produtos e processos de produção;
– Realizar intercâmbio de especialistas, proporcionando treinamento em equipe de curto e longo prazo;
– Disseminar os resultados de projetos conjuntos através de palestras e cursos;
– Compartilhar metodologias científicas e normas técnicas com o Fraunhofer, contribuindo para o desenvolvimento de inovações incrementais e inventivas;
– Procurar fontes de financiamento nacional e internacional para projetos de pesquisas e inovação tecnológica.

Fonte: Divisão de Comunicação Social – ITA

2018-11-07T12:02:25+00:00